segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Nóis sem nóis n'é nóis

Minha mãe me ensinou que existe o fundamental, e você tem que se manter firmão o tempo inteiro para que a vida não vá pareando a batida do peito com a batida do relógio. De vez em quando, enquanto assistia aula no primário (salve Amorim Lima!), a inspetora de alunos mandava me chamar. Sempre que acontece isso, é por que ocorreu alguma coisa grave na família, então eu descia a escada com o coração acelerado. No fim do corredor em que a molecada costumava tomar advertência, lá estava ela, com um sorriso gigante e três bolinhas de açúcar. Toma o seu remédio e esse beijo. Bora dar uma volta. Olha essa flor, parece o seu nariz! Isso se chama tatu-bolinha. Ô fiote, que cê tá aprendendo hoje?

Só os fundamento.

2 comentários:

LD disse...

Ei Carolinha! Bem legal seu blog. Gostei muito. Que bonitinha a história da sua avó peixa... muita coisa boa. Eu tenho um também, dá lá uma olhada: www.deuseumgatilho.blogspot.com -

Beijão,

Aline

catchola disse...

Ei querida...seu brog tá lindo...vou adicionar lá no meu, quer dizer, assim que eu aprender rsrsrs...
beijocas...bom poder ler vc também..