terça-feira, 4 de novembro de 2008

1ª Mostra Cultural da Periferia

Com toda a licença, salve!

Vou chegando de novo, deixando o convite. Dia 22 de novembro - que cai num sábado - vai ter nova exposição minha, mais o mestre Jair Guilherme e o povo do Grafite. Quem gosta de um furdúncio que tome coragem pra sair de casa, que nesse dia aí ainda vai ter um pá de coisa boa. Pra provar que eu não minto, é só ver no anexo!!!

No mais, faço minhas as palavras do poeta Sérgio Vaz:


Povo lindo, povo inteligente,
.
a 1ª MOSTRA CULTURAL DA COOPERIFA já saiu do forno, agora, é só se ligar na programação e curtir uma semana inteira de atividades culturais, preparadas especialmente pra você, e o que é melhor, tudo de graça.
Esta Mostra que acontece do dia 18 a 23 de novembro, tem como objetivo comemorar os sete anos da Cooperifa, e vem um pouco na esteira da "Semana de arte moderna da periferia" que nós e vários grupos da região fizemos no ano passado, só que agora num formato menor, e com outro objetivos.
Desta vez queremos misturar tudo - em todos os sentidos-, pra ver no que que dá.
Da outra vez ficamos mais preocupados com os artistas, agora, estamos mais preocupados com a comunidade, com o público, e quem mais chegar.
Em todas as atividades virâo ônibus de escolas, faculdades e de outras quebradas. Se é um presente, então que todos recebam, né não?
E de quebra queremos fortalecer o mês da Consciência Negra na periferia da zona sul de São Paulo. Só para se ter uma idéia do tamanho do bagulho, está vindo a mostra de cinema Africano "Africala" diretamente do México, e antes mesmo de estrear na Cinemateca de São Paulo, vai rolar na tela da nossa comunidade. Não é pouco, e todo mundo sabe, a maioria das coisas boas que São Paulo apresenta, inclusive cinema Africano, quase nunca vem para as quebradas.
Isso sem contar com a presença marcante dos grupos "Espírito de Zumbi", "Instituto Umoja" e o grupo "Záfrica Brasil", tudo isso misturado à nossa gente, além do grupo "Teatro Mágico" de Osasco, temos a presença do escritor Marcelino Freire, Ferréz, Sacolinha, do cineasta Jeferson De, e mais uma par de gente maravilhosa que faz com que a margem de Sampa, não deixe a peteca cair.
Tudo isso, feito por nós, para nós, e quem mais chegar. Fora com os preconceitos. Todos.
Graças a uma a uma parceria que fizemos com a Ação Educativa (Eleilson) e o Centro Cultural da Espanha (Ana Tomé), a quem de público quero agradecer.
Queria aproveitar e agradecer também o apoio do SESC SANTO AMARO e a GLOBAL EDITORA, amigos, que toda vez que a gente precisa, não fecham as portas.
Todas as atividades culturais vão acontecer no CEU Campo Limpo, Casablanca e na Casa Popular de Cultura de M´Boi Mirim, amigos de sempre, e que nunca nos abandona. Valeu.
Vai ser uma semana inteira com teatro, literatura, cinema, dança, exposições de pinturas, grafites, feira de livros independentes, Saraus, debates e música. Uma semana inteira para comungar arte, cultura, a palavra, amizade e a luta por dias melhores.
E tudo isso vai acontecer porque a gente quer, e principalmente acredita, que uma nova periferia é possível, e necessária.
.
Sejam todos bem-vindos ao nosso sonho.
.
Sérgio Vaz
Vira-lata da literatura
.
.
Se liga na programação. Divulgue. Agende-se!


Um comentário:

[denise abramo] disse...

é, guerreira... demorou. é nóis, por nóis, pra nóis.

axé!!
::